Anuncie Aqui

22 de junho de 2007

Verme na cabeça



No Brasil as moscas que deixam larvas em mamíferos são conhecidas como biru, mosca-da-carne, mosca-de-bicheira, mosca-vareja, beronha, varejeira, moscas-do-berne, ou moscas-berneiras (Dermatobia hominis).


Nos EUA eles usam o nome Botfly (denominação que eu acho bem simpática) - essa mosquinha aí abaixo, da qual sou fã.


Botfly



Esse tipo de mosca é encontrado em vários lugares tropicais, com diferentes classificações científicas.

Esse fenômeno é conhecido por berne ou miíase.

Este vídeo é um clássico. A mulher viajou para a Costa Rica e voltou para a Inglaterra com o verme na cabeça.

Estou começando as postagens pelos conteúdos mais interessantes. Postarei mais botflies e também as histórias da aranha e do earwig (tesourinha) em cabeças em um futuro próximo.

6 comentários:

RASH Antifa RS disse...

E ai blz eu ja vi esse video completo mas ja faz um tempo ele fala sobre verios parasitas tipo vermes e larvas???que saber se vc poderia dizer o nome do documentario pra eu baixar completo que eu gostei muito mas nao lembro o nome????o cara vai em varios pais e mos os diferentes parasitas????

Rogério disse...

Não sei o nome do programa. Acho que é do Discovery.

Carlos disse...

SINISTROOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

lui disse...

ecaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

lesliane disse...

issso´é nogentooooo tira isssoooo pffff

Nós juntos! disse...

As larvas é apenas um tratamento e não uma doença , pois evitou a amputação dos pés porque tinham necrosado. Se caso uma berne aconteça num tecido não necrosado ela é retirada com aquele procedimento com pinça. Diferente desse caso que as larvas estavam trazendo um benefício para a paciente diabética,pois estava com risco de ter infecção e morrer.
A cicatrização é lenta no diabético.
As larvas podem dar em qualquer pessoa em qualquer parte do corpo.tem gente que não trata seu corpo, não procura um téc de enf, enfermeiro e o médico. As larvas são depositadas por insetos como mosca varegeira no local da ferida. Atendi uma criança na fase inicial onde ela teve na região do couro cabeludo.O doutor mandou eu tirar as larvas e fazer o curativo e assim fiz de forma correta(só profissional habilitado pode fazer).O doutor medicou antibiotico e pomada.Ela ficou curada.Quem tem animal sabe que sempre pode ter larvas caso o cão não estiver com curativo(não sou veterinário). Tenho um cachorro que ele perdeu uma das orelhas porque ele arrancava com as patas o curativo. Então só passava aquele spray de bicheiras. Ele ficou sarado.
Procurem um veterinário em caso de animais.
Quem não respeita os problemas dos nossos irmãos podem ter um dia também!Vamos ser mais humanos!
Frederico(téc enfermagem)
fredericoverde@gmail.com